8 comentários em “PapoVirtua 10×19: Nokiu

  1. Nokia com Android? QUERO!
    Mas so se vier com interface vanilla e fabricação padrão mijonir, menos que isso eu continuo com os moto, me x 3play me satisfaz muito bem.

    Mês velhinhos de estimação têm falado muito em se mudar darem ara o interior paulista e tenho pensado na região de vcs, tem até lugar vem cotado, mas por hora o Hell de Janeura é meu lugar.

    Nunca usei uber, de fato não ando de táxi tem mais de década e não me faz falta, os lugares onde vou não tem isso ou é caro demais para o meu bolso de roqueiro pobre fora que um amigo já foi assaltado pelo taxista sendo deixado no meio de uma favela que, se ele não foce bem conhecido pela galera do rock poderia terminar com ele nas páginas policiais, um parceiro de shows e barzinhos o reconheceu na rua, levou-o até um ponto de ônibus e emprestou o da passagem.

    Querida muito um SSD de 100GB, mas por hora estou mais apertado é de ram, a concessionária queimou um pente de 4GB do meu pc e deixou o outo de 2GB meio lelé da cuca.

    Nem faço questão de concorrer a ptemis do pv, quase nunca cento, mas costumo evangelizar, não faço nada mais que a minha obrigação de ouvinte assíduo de longa data, já até ganhei uma caneca do coringa, minha preferida na coleção pessoal.

    Abraço galera, espero o episódio do dia 25.

    • Por não morar em Sampa e não conhecer tão bem o transporte da cidade, o Uber foi a solução mais rápida e segura que encontrei, ficar procurando ônibus ou mesmo metrô não seria o mais recomendando para um caipira, apesar que para ir ao hotel fui de metrô porque já conhecia aquele trajeto.

      Qual seria o local bem cotado? Tem cidades boas aqui na região como São Carlos e Araraquara, bem mais tranquilas que o Rio.

      Obrigado pela participação, Musashi.

  2. 1- Conteúdo- o que é bom ou ruim é subjetivo depende do gosto de cada um.
    2- Netflix é interessante/sensacional para um perfil de público, não para todos já que por exemplo, se pode ver uma partida do Brasileirão no netflix ?, uma partida de NBA?, uma luta de MMA?, campeonato inglês?, copa do mundo?,olimpíada?
    3- Netflix x TV aberta- Essa é a chave de toda essa conversa que estamos falando nos últimos cast; o Streaming trouxe a grande vantagem de vc ver o que quer na hora que quiser (eu concordo com vcs sobre isso, não é esse o ponto que quero chegar) vamos supor que a TV Aberta acabe amanhã, existe já hoje a plataforma Globo Play o conteúdo da emissora pode ser visto a qualquer hora como um Netflix, exemplificando se alguém quiser ver globo esporte 22:00 pode, ou seja, ngm tem que estar mais na frente da TV 12:50 pra ver o Globo esporte.

    Concluindo, a pessoa que vê hoje o conteúdo da Globo pela TV aberta, pode ver por Streaming no Globo Play, na tela do celular, tablet, Chromecast, SmartTv, etc. assim como o cara que vê Netflix faz, escolhe o que quer e assiste.

    * Nesse link( http://convergecom.com.br/telaviva/paytv/09/11/2016/globo-play-ja-exibiu-12-mil-anos-de-conteudos/ ) estão os números do Globo Play(Sim tem milhões de pessoas que vêem) ao longo de 2016 a plataforma acumulou 65 milhões de usuários únicos, e uma média de 14 milhões de usuários mensais; o aplicativo teve 9,5 milhões de downloads nesse 1ºano.)

    • O cerne da discussão ao meu ver é que o público está sendo exposto a um conteúdo diferente do oferecido nas últimas décadas e está aderindo a ele.

      Aquele público que ficava na frente da TV apenas consumindo o que era empurrado para ele está acabando, com a variedade do conteudo on demand e um preço em conta, as pessoas podem experimentar outros tipos de produções.

      O Netflix que é nosso maior exemplo, faturou em 2016 no Brasil mais que o SBT (segunda maior emissora do país), ultrapassou a Sky em número de assinantes e está muito perto de passar o número de assinantes da NET, tanto é que o governo está de olho nesses números e vai começar a taxar o conteúdo on demand.

      Uma questão que me faço é: “quem é o público do Netflix?”. A meu ver são pessoas que não tinham oportunidade de experimentar um conteúdo diferente por causa dos altos preços da TV paga, pirateiros que agora tem oportunidade de assistir conteúdo que lhes interessa dando apenas um clique, ex-assinantes da TV paga que resolveram cancelar por ter possibilidade de um conteúdo similar a um preço bem mais em conta, ainda mais na crise que estamos hoje.

      Eu mesmo só assistia séries que estavam sendo comentadas nas redes sociais, agora com o conteúdo à la carte estou dando oportunidade a produções que nunca ouvi falar, como “Designated Survivor” e estou curtindo, aliás, que é conteúdo original Netflix, eles estão investindo muito nisso.

      Cada vez ouço mais o pessoal que convivo falando que assinaram Netflix, a imensa maioria não é ligada à tecnologia, não são tão antenados, enfim, são pessoas “comuns” que estão descobrindo um novo conteúdo e aderindo.

      Quanto a conteúdo esportivo e jornalístico, realmente há uma carência muito grande, mas a meu ver esses gêneros tem maior apelo se forem ao vivo, não vejo tanto apelo no on demand.

      Já a Globo Play, esses números são de usuários totais, eles não divulgam a quantidade de pagantes, fica difícil comparar, mas se vê que a Globo sabe que o gosto do público está mudando, vide a experiência que eles fizeram com Supermax.

      Enfim, o conteúdo sempre será o que move o público, o que fica evidente é que as pessoas estão sendo exposta a produções que antes não tinham acesso e estão gostando, assim como tudo o perfil também muda.

      Abraços, Lira.

      • O futuro é o Streaming, cada produtor de conteúdo terá seu espaço, a Globo já vê isso, como vc citou supermax, eles estão indo na Comic Con Experience se inserir nesse meio geek/nerd pra ampliar alcance e levar conteúdo a qualquer tipo de público; prevejo centenas de produtores de streaming…

  3. E ai galera eu aqui novamente… Fim de ano corrido, porém aproveitando um tempo para comentar e descansar a cabeça.

    Sobre a Nokia voltando acredito ser uma ótima para o mercado, porém já tá chegando muito tarde e em um mercado já dominado, se eles tivessem entrado no início da era dos Smartphones, com certeza estariam no lugar da Samsung, LG ou Motorola em quantidade de vendas do mercado, entrando agora, acredito que demorará muito para crescer, visto que seu nome perdeu força pelo desuso (e só nós com mais de 25 anos é que lembramos realmente da marca em seus tempos áureos).

    Sobre a 4G da TIM, fiquei de queixo caído quando descobri que eles tem a maior cobertura do país com mais de 2 mil cidades, aqui onde moro mesmo, já tem em alguns locais, o que faz quase todo usuário do timbeta fica com sorriso de orelha a orelha (eu não me incluo pois meu Lumia 730 só tem 3G).

    Um forte abraço e até o próximo episódio.

    • Realmente, a Nokia entrará num “oceano vermelho” como dizem no meio empresarial, ela terá que se destacar em algum ponto, tarefa nada fácil.

      Ainda precisamos testar a velocidade da TIM, ouvi relatos que em algumas cidades apesar de ser a tecnologia 4G, a velocidade que disponibilizam é a mesma do 3G.

      Um ótimo 2017, Tácio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *